quinta-feira, 9 de outubro de 2008

...E O NOBEL VAI PARA... LE CLÉZIO!

Por Madalena S.


Jean Marie Gustave Le Clézio é o novo Nobel da Literatura.
O último francês a receber este prémio tinha sido Claude Simon, em 1985, e antes disso, em 1964, Jean Paul Sartre recusou o prémio!
Claro que houve mais, entre eles Mauriac, André Guide ou Roger Martin du Gard, apenas a título de exemplo.
E, curiosamente, o primeiro nobel, em 1901, também foi para um francês - Sully Prudhomme.
Coloco à consideração: quem conhece a obra de Le Clézio? Quem já leu?
Eu confesso que apenas conheço o nome mas nunca me cruzei com a sua escrita.
Este é talvez o grande efeito imediato do Nobel da Literatura - às vezes os premiados são autores de quem a maioria das pessoas nunca ouviu falar e, por via do prémio, passam a constar na galeria dos nomes a ter na estante lá de casa, por um lado, e a ler qualquer coisa, por outro. Já não é mau.
Para não falar dos próprios para quem, ao que parece, é de facto bastante bom.
É claro que há muitos que, se eram desconhecidos antes do prémio, continuam a ser desconhecidos depois do prémio - quem passou a conhecer e a ser leitor assíduo do Vidiadhar Surajprasad Naipaul, de Trinidad e Tobago, que foi galardoado pela Academia Sueca em 2001, ponha o dedo no ar!
E que dizer do Bjornestjerne Martinus Bjornson que foi o premiado de 1903 e que há-de ser certamente muito famoso na sua Noruega natal por cujo hino é inclusivamente responsável, ao que parece, mas que há-de estar por aí nos fundos das bibliotecas a ganhar pó?
Bom, quero eu dizer com isto o seguinte: o nobel da literatura, e se calhar de outras disciplinas, equivale aos 15 minutos de fama a que todos aspiramos e apenas alguns alcançam?
Está aberto mais um debate.
Sobre Le Clézio e o nobel podem ler-se mais coisas também no Blogtailors.

2 comentários:

Dinis Lapa disse...

Neste momento, em Portugal, o único livro disponível é "O Caçador de Tesouros", publicado pela Assírio & Alvim. Já está quase esgotado.

Em breve aparecerão por aí novas edições e novas traduções mas por agora só isto.

Ana disse...

Assumo a minha total ignorância em relação a este senhor.
E assumo também não conhecer os senhores que ganharam o prémio LeYa e o Booker...
Devo andar mesmo muito distraída. Sorry 'bout that!