terça-feira, 22 de abril de 2008

A leitura no WC

Um papel higiénico onde estão impressos clássicos da literatura? Sim, foi uma peça de teatro. Agora, é realidade. Mais informações aqui.

AV

2 comentários:

JoãoSilveira disse...

A CORPOS já fez isso (não com grandes clássicos mas com poesia e etc) - simplesmente não tiveram distribuição sanitária.

Madalena disse...

Vocês desculpem lá o vernáculo da linguagem mas isto é a chamada literatura de merda?
Novas tendências sim, e-books, e afins tudo bem, mas papel higiénico? Já me estou a ver, a ler o episódio do Jantar no Hotel Central d'Os Maias, refastelada de sanita e, depois de despachada, limpar o rabo ao Eça!!! Por muito original que a ideia possa ser, recuso-me a fazer semelhante coisa.
E também vos digo mais - porque é que raio não se pode limpar o rabo ao Corão mas se pode limpar o rabo à Biblía??? Olha que essa também não está má!! Ou há moralidade ou comem todos!
Não, definitivamente, no WC cá de casa lê-se a Dica da Semana que me é deixada na Caixa do Correio, o Destak que dão à minha filha todos os dias no comboio, o Boletim Municipal que sai às 6ªas feiras de 15 em 15 dias, às vezes o JL, uma semana por outra os desmembráveis todos do SOL.
E se, por azar, o papel higiénico acaba, usam-se guardanapos.É o mais que condescendo!