terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Há-de haver quem Leya

Foi ontem apresentado no Centro de Congressos do Estoril o grupo que reúne as várias editoras que fazem parte do Império de Paes do Amaral. De seu nome "Leya", (segundo Carlos Coelho uma marca nobre, simbolizando o Y a abertura da nossa língua) este é o maior grupo editorial português.

É ainda notícia a criação de um prémio literário por parte do grupo Leya, que contará com um montante de 100 mil euros, para um romance inédito em língua portuguesa.

Por agora fica a informação mas esta é certamente uma notícia que dará muito que falar, a começar pela aula de hoje.



Nuno Fernandes


3 comentários:

Rui disse...

E o prémio é dado a quem? Quem é o primeiro recipiente do prémio? Hum? Hum doce a quem souber responder a hesta singela pergunta.

Drekas disse...

Supostamente deveria ser ao autor, não?

Drekas disse...

Ok... Dás duas uma, ou sou muito burra, ou muito ingénua... lolol