sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Notícias do Ano Velho

Graças às curtas férias natalícias que nos foram concedidas pude colocar em dia a minha pesquisa de notícias interessantes em jornais gratuitos (tarefa por vezes complicada).

A notícia em questão dá conta de uma nova estratégia para a promoção de leitura que irá ser implementada ao abrigo do tão famoso Plano Nacional de Leitura em centros de sáude um pouco por todo o país.

Ao longo do artigo são também feitas considerações em relação ao desenvolvimento da leitura em Portugal e ao que ainda está por fazer. Um artigo leve num tom pouco pessimista, para variar.













Nuno Fernandes

2 comentários:

Susete Evaristo disse...

Esta é anedota ? Implementar o plano nacional de Leitura em Centros de Saúde?! Mas o Ministro está a acabar com os Centros de Saúde! Avisem a Ministra da Cultura ou ponham os doi à conversa para ver se se entendem.

Madalena disse...

Nuno, esta não tinha visto!
No entanto não é inédita. Há muito tempo que eu ponho a minha leitura das revistas "del corazón" em dia nos consultórios dos dentistas, dermatologistas, otorrinolaringologistas (fixe esta palavra!) e afins. Por isso, qual é a novidade?
A novidade é que o Ministro da Saúde precisa de encontrar um modo de entreter o pessoal que, nos centros de Saúde (entenda-se Serviço Nacional de Saúde), está à espera 2 horas e mais para ser atendido. O próximo passo é a disponibilização de tabuleiros de xadrez, damas e dominó e respectivos monitores. E para o tempo mais quente estão a ser preparados, no exterior dos Centros, recintos para a malha e o chinquilho
E mais! É preciso não esquecer o papel igualmente importante dos salões de cabeleireiro para o Plano Nacional de Leitura: naquele onde costumo ir, consigo absorver a Caras, Nova Gente, Flash, Lux e Mulher Moderna para dar um ar mais intelectual! Leio mais ou menos consoante for apenas lavar e fazer um simples "brushing", ou incluir corte e "nuances" - neste caso, ainda consigo lamber a Máxima e a TV Guia.